Michaela Iacoe
Sentimentos, Poesias,  Cronicas
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Minha juventude
Na minha juventude, há ruas perigosas
Na minha juventude, existem cidades taciturnas
Fugas no vão da noite silenciosa

Na minha juventude, quando cai a noite
É o curso para todas as expectativas
Eu danço sozinha na frente de meu espelho

Mas minha juventude me olha séria ela me disse:
"O que você fez de nossas horas?
O que você fez de nossas horas preciosas?
Agora, o vento de inverno sopra "

Na minha juventude, há belas partidas
Meu coração que treme a um leve olhar
A incerteza ao fim do corredor

Na minha juventude, existem interstícios
Planos de vôo em estado de embriaguez
Aterrissagens de desespero

Mas minha juventude me olha severa
Ela me diz:
"O que fizeram com nossas noites?
O que você fez com as nossas noites de aventura?
Agora, o tempo retoma seu hábito "

Na minha juventude, há uma oração
Uma façanha de dizer ou fazer
Uma promessa, um tipo de mistério
Na minha juventude, há uma flor
Que eu colhi em plena doçura
Que eu agarrei em pleno pavor

Mas minha juventude me olha cruel
Ela disse: "É tempo de ir"
Volto a outras estrelas
E eu te deixo o fim da história...


Michaela Iacoe
Enviado por Michaela Iacoe em 29/09/2019
Alterado em 29/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras