Michaela Iacoe
Sentimentos, Poesias, Cronicas
Textos
Aplausos
Queres aplausos? Não os tenho.
A árvore de louros secou...
Escreves tu com arte e engenho
Poemas que o século ignorou.

Poeta, o teu século passou!
Baldo é poetar com tanto empenho:
A árvore de louros secou...
Queres aplausos? Não os tenho.

Poeta, o teu século desdenho:
Ouro de tolo, enferrujou...
Baldo é poetar assim ferrenho:
A árvore de louros secou...
Queres aplausos? Não os tenho.

Michaela Iacoe
Enviado por Michaela Iacoe em 14/04/2018
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras