Michaela Iacoe
Sentimentos, Poesias, Cronicas
Textos
13 palavras incríveis que a Língua Portuguesa deveria roubar de outros idiomas
A Língua Portuguesa nem sempre é suficiente para exprimirmos tudo aquilo que sentimos ou pensamos. Quantas vezes você já quis se expressar mas não encontrou as palavras certas? Pois é, muitas vezes temos a sensação de que algumas coisas não podem ser traduzidas e, na verdade, não há um único idioma que possa sintetizar toda a gama de pensamentos e sensações das nossas mentes em palavras. Se o resto do mundo deveria importar palavras portuguesas como “saudade”, “desbundar” ou “desenrascanço”, porque razão não deveríamos nós roubar palavras de outros idiomas? Afinal de contas, já o fazemos há vários séculos (abençoado momento em roubamos a palavra croissant dos franceses). Estas são as palavras, acompanhadas por belíssimas ilustrações, que a Língua Portuguesa deveria roubar de outros idiomas.

1. Gufra, Árabe

A quantidade de água que pode se segurar na mão.


2. Baku-shan, Japonês

Uma menina bonita – desde que seja vista apenas de costas.

3. Palegg, Norueguês

Toda e qualquer coisa que você pode colocar numa fatia de pão.

4.Duende, Espanhol

O misterioso poder que uma obra de arte tem para tocar as pessoas profundamente.

5.Age-Otori, Japonês

Parecer pior depois de um corte de cabelo.


6. Schlimazl, Ídiche

Uma pessoa com azar crônico .

7. Kyoikumama, Japonês

Uma mãe que é obcecada pelo desempenho escolar dos filhos.


8. L’appel Duvide, Francês

“A chamada do vazio” seria a tradução literal, mas a sua melhor descrição seria sobre o instinto de pular do alto de prédios.

9.Luftmensch, Ídiche

Refere-se a alguém que é um pouco sonhador e que literalmente significa “pessoa aérea”.

10. Schadenfreude, Alemão

Sentir prazer por ver o infortúnio dos outros.


11.Torschlusspanik, Alemão

Medo de que as possibilidades diminuam conforme a idade passa.

12.Tretar, Sueco

Sozinho, tar significa “uma xícara de café” e patar e a segunda xícara que você toma. Tretar é a terceira repetição, ou seja, a terceira vez que você repete.

13. Tingo, Pascuense

O ato de tirar objetos que você gosta da casa de um amigo, levando-os emprestados gradualmente.
Michaela Iacoe
Enviado por Michaela Iacoe em 19/01/2019
Alterado em 07/02/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras