Iacoe Micaela
Sentimentos, Poesias, Cronicas
Textos
Desânimo
Oh maldita escuridão...
Que se apodera pouco a pouco de meu coração,
Dilacerando-me a alma…
Vil tristeza que não controlo.
É angústia que me toma o corpo, numa dormência infinita;
É desilusão que desconhecia;
É solidão que não procurei;
É mágoa pelo que não encontrei…
É o desânimo que se me achega…
Me toma e me maltrata…
Sem dó nem piedade;
E sem um pingo de humanidade,
Arrasta-me para o precipício…
Por mais que eu grite e suplique

Iacoe Michaela
Enviado por Iacoe Michaela em 14/03/2019
Alterado em 15/03/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras