Michaela Iacoe
Sentimentos, Poesias, Cronicas
Textos
carta de despedida com saudade
O nevoeiro no céu alastra-se… e eu pouco consigo ver…
Mais uma madrugada passada a sonhar… Sonhos que nunca se irão realizar mas que me fazem e muito pensar… Estou a tentar seguir em frente, aos poucos, mas apareces tu quando menos espero e me fazes acordar sobressaltada… E o pior é que não consigo controlar… Já nem sei o que fazer…
Mas vou seguir em frente… Tu assim quiseste ao dizeres-me que tinhas outra pessoa… tu que acabaste comigo para te concentrares no nosso relacionamento como me tinhas dito… Não vale a pena chorar mas eu choro e sinto a dor mais sofrida… a dor mais dolorosa… a dor minha que sinto ao ver-te longe com outra que nunca te amará tanto quanto eu… que nunca te fará ver o mundo com a fantasia que eu fazia… Podes procurar o amor em todo o lado mas encontraste-o e deitaste-o fora… Não percebo a sério que não percebo… e dói-me ainda continuar com tantas perguntas para mim mesma…
Talvez os sonhos que tiveste não foram para ser sonhados comigo e arrependeste-te … estou farta de usar talvez quando se calhar nem tu estás a pensar em mim… Quando o que tu se calhar querias era ter alguém por um tempo e depois fugir sem deixar rasto… Mas eu nunca pensei que assim fosse… E isso é que dói mais porque muitos dos sonhos que tive contigo não serão vividos daqui para a frente porque eram os nossos sonhos…
Do que vale viver um grande amor se ele mais tarde ou mais cedo acaba por acabar? Eu dei-me de corpo e alma para esta relação e acabei por sair sem nada… Aliás acabei por sair com mais sonhos que me aproximam de ti e por isso eu não quero dormir… Faço de tudo para não adormecer porque dá vontade de ir viver esses sonhos contigo… Dá vontade de voltar a dizer que te amo que és a minha vida e que tudo é para sempre… Dá vontade de gritar ao mundo que o grande amor da minha vida és tu… Mas tu deixaste-me… Desististe de mim e criaste um enorme vazio no lugar do meu coração… Eu sinto que já nada me fará sentir entusiasmo pela palavra amor… Que já tudo o que me disserem será mentira… Porque estará sempre na minha cabeça que a eternidade só teria graça a teu lado…
E com a última lágrima que espero derramar, acabo esta carta… talvez mais virão e talvez esta seja o ponto de viragem… Talvez estes talvez não passem de nãos que eu não quero dizer mas devia de dizer…
O nevoeiro no céu alastra-se… e eu já não vejo nada!...

https://youtu.be/jf_5zMvNwe4
Michaela Iacoe
Enviado por Michaela Iacoe em 15/04/2019
Alterado em 22/04/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras