Michaela Iacoe
Sentimentos, Poesias, Cronicas
Textos
um texto sobre ter coragem de partir, independentemente do amor que ainda sinta
Aos 17 no meu primeiro amor,
eu pensava que amar
era insistir até quando eu mesma
duvidasse, achava que amar era
persistir apesar de tudo e nunca desistir
mesmo que doesse. Aos 48, declarei
que amor é deixar ir,
e acredito que a gente também
precisa partir por amor (próprio).
Algumas pessoas aprenderam
bem mais cedo, aos 15, aos 16, aos
20 anos. Enfim, essa relação abusiva
à qual me refiro, durou 24 anos,
talvez por isso tanto tempo
para cair a ficha e ter coragem
de partir. Aos 20, ainda que
soubesse disso, faltava coragem para ir.
Mas cada pessoatem o seu tempo,
e não importa o tempo que passe,
o que importa mesmo é a coragem
de ir embora.
Ainda bem que o tempo passa e a
gente se transforma.
A maturidade faz a gente enxergar
além das nossas vontades, e então
a gente passa a perceber o quão importante
é saber separar aquilo que queremos
daquilo que precisamos realmente.
E às vezes a gente quer tanto manter algo
a ponto de não enxergar que não precisa
mais manter e que talvez,
a escolha mais sincera seja ir.
Você pode não entender agora a razão
de alguém amar muito outra pessoa e,
ainda assim ir embora.
Talvez você veja o amor como um
ato de permanência. Mas na verdade,
essa é a parte mais conveniente dele;
a difícil, aquela de que não sabemos
decifrar a magnitude da dor,
aquela de que todo mundo tem medo,
e com a qual muitos de nós não sabe
lidar, é a partida.
E partir é um ato revolucionário do amor.
O amor é sim estadia, concordo.
Mas é também retirada. E tudo bem você
achar isso um absurdo, eu também achava,
mas aqui escrevo sobre mim, sobre uma
mulher que amou a ponto de imaginar
que jamais iria ter coragem de deixar
alguém para trás. Que amou a ponto de usar
todas as forças que tinha pra manter
uma relação de pé, mas percebeu que amor
não é sustentar tudo sozinha.
Esse texto é sobre finais, sim, de fato.
Mas também é sobre aceitar e seguir
os seus próprios passos, é sobre
compreender que nem sempre amar
é permanece, é sobre ter a capacidade
de enxergar o momento de ir embora,
não porque você deixou e amar o outro,
mas sim porque você precisa se amar mais.
E tudo bem, você vai entender o significado
do amor quando quiser ficar por amar o outro,
e ainda assim precisar ir por amor a si mesmo.
Michaela Iacoe
Enviado por Michaela Iacoe em 16/06/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras